Por Fora

 

tumblr_mny9prULXG1rrmkbjo1_500

 

‘Dalgum modo contar histórias repetidas vezes
parece tornar elas mais reais do que devem ter sido’.

Charles Bukowski

 

Eu sempre vou desconfiar, e muito, dessa gente que só é feliz jogando na cara dos outros. Ser feliz assim me dá a impressão de que tudo não passa de uma obrigação dolorosa. De uma busca besta de autoafirmação forçada. De uma tentativa cega de parecer bem a todo custo. Estar feliz assim me parece tanta coisa, menos estar feliz de fato. Ser feliz assim me sugere quase tudo, menos felicidade. Aliás, eu sempre vou desconfiar, e muito, de quem sente e é qualquer coisa jogando na cara dos outros.

 

Vezes Mil

Foto: Fabíola Lourenço
Foto: Fabíola Lourenço

Engraçado essa coisa de se notar feito aos pedaços, um todo repartido, sabe-se lá em quantos cacos. Ser assim me parece bom negócio, em certo ponto até alivia. Porque, pensa comigo, mesmo que alguns traumas bobos te dilacerem vez ou outra, quase ao ponto de te matar, ainda assim, outras partes tuas permanecem intactas. Mesmo que a razão te traia por dois segundos, ainda assim teu coração manda seguir.

Como se fôssemos uma casa feita de muitos quartos, mas de portas que não dão uma pra outra, meio que como um trem de infinitos vagões, mas com janelas que só se abrem para a paisagem. Sofrer parece dar até menos trabalho. Viver feliz, nem se fala! Os estragos nunca vêm em cadeia. E assim fica tão mais fácil consertar-se, juntar os pedaços, já imaginou?

É como se o equilíbrio fosse inevitável. Nem muito pesado aqui nem levíssimo lá. Nada capenga, tua vida na medida. Fragmentos que não se conversam ou elementos que se protegem, muitos num só ou apenas um querendo sobreviver.