A Dois

Foto: Renan Viana

Quando eu cheguei por aqui, eu mal acertava o giro da chave na porta, imagine o compasso de uma vida a dois. Tanto tesão e desacerto se embaraçando nessa nossa história que eu me assustava. Por onde começar? Você me disse pra eu não ter medo. E eu fui ficando até entender que a rotina, ao invés de rasurar sentimentos, pode aperfeiçoá-los, basta a gente querer.

Antes, amar, pra mim, eram só poros, saliva, abraços e desejo. Mas o amor era mais embaixo. Conjugação do espaço. Divisão do verbo. Lista de supermercado. Vinho barato. E nós. E eu só descobri isso quando você chegou, em cima da hora, pra morar debaixo do mesmo teto, entre euteamos, seriados, silêncios oportunos, receitas erradas e muito amor. Hoje, até a mesmice se pinta de uma cor diferente todo santo dia, só pra nos fazer feliz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s