A Dois

Foto: Renan Viana

Quando eu cheguei por aqui, eu mal acertava o giro da chave na porta, imagine o compasso de uma vida a dois. Tanto tesão e desacerto se embaraçando nessa nossa história que eu me assustava. Por onde começar? Você me disse pra eu não ter medo. E eu fui ficando até entender que a rotina, ao invés de rasurar sentimentos, pode aperfeiçoá-los, basta a gente querer.

Antes, amar, pra mim, eram só poros, saliva, abraços e desejo. Mas o amor era mais embaixo. Conjugação do espaço. Divisão do verbo. Lista de supermercado. Vinho barato. E nós. E eu só descobri isso quando você chegou, em cima da hora, pra morar debaixo do mesmo teto, entre euteamos, seriados, silêncios oportunos, receitas erradas e muito amor. Hoje, até a mesmice se pinta de uma cor diferente todo santo dia, só pra nos fazer feliz.