SSA

ssa
Foto: Petterson Farias

Eu te encontro depois das nove, na porta de casa, numa dessas terças de carnaval. No beijo inédito, mas nada tímido, no cheiro meu que agora é teu. Entre olhos azuis, encartes rosas e rios vermelhos, te encontro ainda numas distâncias tão próximas que nem sei. E nos sotaques, sons e poesias que eu já admirava há tempos mesmo sem saber que tua vida também delas se constituía. Eu te encontro no que é agora, nas libidos que são pra já, nas paixões e impulsos que nasceram pra não perder tempo. Não nos demos o trabalho de ser pra depois nem carregamos o peso do amanhã. Eu estou contigo aí, você mora comigo aqui. E isso é tudo!

Anúncios