Pretérito Imperfeito

Pretérito Imperfeito
Foto: Petterson Farias

Eu queria ter ficado aqui, entre aqueles braços tortuosos que me desviavam do caminho e me apontavam o infinito; entre aqueles traços tatuados que faziam meus dedos se perderem, guias do meu sorriso, laços feitos para me prender.

Eu queria ter morado naquele nosso encaixe demorado, porque se tuas mãos eram pesadas demais, o ar não me fazia falta; queria ter me perdido naqueles músculos e minutos que me apertavam, porque no teu colo, eu mal notava o tempo, eu só pedia mais.

Eu queria ter deixado tudo lá fora, sem ver a realidade tentando invadir, o mundo querendo entrar, porque tudo aqui era só nosso, tudo em ti me bastava. Eu queria ter ficado aqui, alheio aos estragos do que viria depois, mas você não ficou!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s