Aquela velha fobia

 

tumblr_mtrbm7urGW1qla45fo1_500

 

‘Eu sei que o amor é uma coisa boa,
mas também sei que qualquer canto é
menor do que a vida de qualquer pessoa’.

Belchior

 

Desse meu medo bobo de interferir nas preferências
e relações que nunca dependeram de mim;
de censurar as escolhas alheias e chegar a supor que
um mundo inteiro deve sentir, pensar e agir conforme aqui.

Desse receio que tenho de rasurar sentimentos inteiros
com as minhas letras, manchando canto por canto,
rachando ao meio quantas vidas mesmo?
De impor meus limites e traumas, transformando essas relações
em reverberações do que carrego de pior.

Desse meu pavor de ser um desses egoístas que
vagam por aí escondendo as opções e roubando
todas as outras possibilidades.

De me tornar alguém que vive de anular, assim,
sem remorso, esse bando de perspectivas
e diferenças que há no outro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s