7 (linhas)

Sete Linhas
Foto: Petterson Farias

 

Vem aqui e amarra em mim os teus anseios
que eu vou aí e desato os teus desejos

desprende teus pés do chão, mas caminha
que eu te conduzo e te aponto

embora meu, difícil seja
deixa ir até onde der
você quer?

 

Anúncios

Gravitacional Atração

tumblr_m5empbQ5lV1qb5ou9o1_500

 

Felicidade é corda bamba.
Amarrada em extremidades invisíveis.
Pairando entre sentidos que eu desconheço.

Enquanto ela balança eu abro os braços.
E em nossos desequilibrados sentimentos eu me seguro.
Coluna reta, pernas esticadas, coração querendo voar.

Maldita gravidade chamada vida. Tensa vontade de se romper.
Desejos que me fazem cambalear. Solto no ar, inclinado ao chão.
Vulnerabilidade extrema. Propenso a cair.

 

Até que a morte nos separe

 

tumblr_lyrt0d067M1ql5jbio1_500

 

É que amizade, por vezes, tem toda aquela coisa, sabe? De gostar em silêncio. De massagear o coração do outro sussurrando bem baixinho. De uma cumplicidade que a gente promete só abraçando, sorrindo e calando. Não chega sequer a contar pro outro, mas internamente, pra si mesmo, você diz que vai amar na saúde, na doença, na riqueza, na pobreza, nos amores perdidos, no cantinho escondido da sala, chorando as desilusões e berrando as conquistas lado a lado.
Que vai, sobretudo, suportar até o fim! E a gente até dispensa as cerimônias, os votos de relacionamento eterno na frente de uma igreja lotada. Mas a gente acredita que vai ser pra sempre. E por isso é. Porque apesar de não ser escancarada, pra fora, escandalosa, tem amizade que insiste em ser verdadeira, mesmo que andem os dias, corram os meses e apressem os anos. E aí num dia desses qualquer, quando a gente decide parar pra, pelo menos uma vez, olhar pro lado e tentar descobrir em que mãos se sustentam nossas fragilidades e piores medos, o tempo nos faz perceber que mesmo em silêncio, aquele que você um dia ousou chamar de amigo nunca sumiu nem se omitiu, ele sempre esteve ali.